Psicanálise e psicologia não são coisas pra fazer no fim da vida?

A vida segue um percurso que culmina num fim, mas pensar nesse curso à portas do encontro com Plutão soa como uma tentativa derradeira de não se comprometer com qualquer possibilidade de fazer algo diferente na vida. Ou seja, é pensar para não fazer nada e, com uma desculpa já pronta.

Conflitos, contradições, isso faz parte do desafio de viver, de se encontrar com o desejo.

Pensamento demais, uma desculpa aqui, outra ali, uma culpa pro tempo, outra pro trabalho… não serão fins pra por fim em algo que nunca encontrará plena satisfação?

*Foto de cottonbro no Pexels

Deixe seu comentário ou entre em contato comigo!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.