O psicólogo faz diagnóstico? Por que o meu não disse o meu?

Pois bem. Cada pessoa tem o seu percurso de vida, repleto de experiências com contradições, conflitos e traumas, acontecimentos que envolvem lembranças de espécies distintas, como boas, ruins ou ambivalentes.

Se uma pessoa tem um percurso que a leva para uma depressão, será preciso ouvir, refletir, repetir e elaborar para tentar mudar esse curso. Com a ansiedade, a mesma coisa.O CID10 (Classificação Internacional de Doenças) e o DSM (Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) são um conjunto de sinais e sintomas para auxiliar a elaboração de um diagnóstico, com base em dados estatísticos, cuja finalidade e fim vai depender muito do profissional que escolher utilizá-lo.

Talvez você se identifique com algo ao lê-lo ou, ao tentar decifrar aquele diagnóstico em seu atestado. Mas, aquilo diz tudo sobre você? Diz mesmo? O que diz sobre o percurso de sua vida até chegar ao ponto atual? Serve para atestar junto aos serviços relacionados ao trabalho mas, e para o quê mais?

Um diagnóstico não pode vir a ser uma espécie de caixa para colocar pessoas dentro e deixar de fora os outros aspectos que ali interferem?

Para que serve e para quê você quer um diagnóstico? Há uma fronteira ou um tratamento tão específico para aquilo que se relaciona à subjetividade humana? E o que é mais importante, o profissional preencher um formulário ou parar para ouvir você?

*Foto de Anthony Shkraba no Pexels

Deixe seu comentário ou entre em contato comigo!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.