Curar depressão sozinho?

Curiosamente essa é uma das buscas que frequentemente aparecem no Google. Serão pessoas frustradas com tratamento? Ou que têm receios e preconceitos quanto a buscar assistência de um profissional? Talvez alguém que tenha aprendido que a depressão algo que se possa pegar ou, que seja algum tipo de penitência? Ou será alguém que se sente pior com a sensação de parecer ingrato por não estar satisfeito com a própria vida?

Dentre uma infinidade de possibilidades, não será o caso de buscar compreender melhor do que se trata tal doença? Ou olhar para a vida e considerá-la à partir de outros pontos, ou tentar ver outros pontos? Talvez, rever qual o posicionamento em relação à própria vida?

Essas são coisas que junto a um profissional empenhado em uma boa escuta poderão ser ouvidas e elaboradas com maior cuidado. Aliás, buscar outro profissional é algo bastante válido em certos casos, inclusive ter a liberdade de conversar com ele sobre dúvidas e crenças, pensamentos obscuros ou tudo mais que tiver que dizer, mesmo que pareça bobagem.

Não é impossível que alguém melhore ou até se cure sozinho mas, isso demanda esforço para vencer resistências. Se engajar em mudanças podem levar bem mais tempo na solidão.

Será que vale mesmo a pena sofrer sozinho e tentando lidar com todo um repertório de mecanismos de defesa, de vícios, repetições, acerca dos quais já há profissionais que não só estudaram, como estudam e tratam?

Afinal, uma boa escuta está lá para isso: ouvir as particularidades e singularidades de cada sujeito. E vão além: implicam em estar (mas não como acompanhante ou cúmplice) com esse mesmo sujeito na medida em que este se implica e avança com mudanças.

*Foto de Maryia

Deixe seu comentário ou entre em contato comigo!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.