Custos/Valores

Os valores são estabelecidos juntos ao paciente. Considerando que o quanto se paga pesa de firma singular para cada um (e não estou falando do dinheiro), é importante ouvir o que cada pessoa tem a dizer a esse respeito. Há quem tenha um valor em mente e outros que sequer pensaram, além dos que precisam e querem se dispor a revisar contas para arcar com sua própria análise.

Eu estabelecer e publicar um valor aqui seria absolutamente arbitrário, como quem vende um produto ou serviço, sendo que lidar com uma pessoa envolve muito mais que dinheiro. Estabelecer um valor antecipadamente é deixar de fora o principal do tratamento, que é o paciente.

Noutras palavras, não é questão de sigilo, fazer segredinho, charminho ou se esconder da concorrência, mas é um cuidado e respeito por aquele que me procura. E trata-se também de respeito o que eu mesmo quero, que é você!

Nada mais justo e honesto que você poder falar de você, inclusive do que pesa no bolso e do quanto pode valorizar o que quer.

Por essa razão, não é preciso se preocupar em quanto vai pagar pelas primeiras consultas. Elas são dedicadas a vermos se vai dar certo ou não, inclusive em relação aos custos. Se não for firmado um compromisso (e isso pode acontecer ou não por conta do valor), significa que não nos acertamos, então não existe razão para cobrar.